248435312_953796458850116_8222506211670927459_n
Mariana Kawazoe

Mariana Kawazoe

Psicóloga, Psicoterapeuta e Orientadora Profissional

AHH, A IMPERMANÊNCIA…

Estou morando em uma casa em que na frente tem uma árvore de ipê-branco. Quem plantou foi o vizinho. Na frente da casa dele também tem um ipê, que ele também plantou.

Um dia chamei a Prefeitura para podar a árvore e, enquanto a da frente da minha casa ficou “pelada”, a do vizinho estava cheia de flores.

Comentei, então, com o meu amigo, que é dono dessa casa onde estou morando e ele falou: “Ah, é agora que ela vai florir! Quando ela flori, ela só dura três dias!”, mas eu olhava pra árvore e achava que eu tinha matado a coitada. Eis que, um belo dia, começaram a brotar uns botões. Não acreditei que do nada, ela começou a florir. E, no dia seguinte, ela estava mais bonita ainda. Mandei uma foto pro meu amigo e ele falou: “Aproveite o espetáculo de três dias!”

Dito e feito, em três dias as flores caíram, embelezando a calçada (mas me dando trabalho pra limpar, rsrs) e depois começaram a brotar as folhas dela.

Fiquei mais maravilhada com o processo do que com as flores em si e me veio a simbologia da sakura (cerejeira), aquela árvore japonesa que brotam flores lindas, uma vez por ano e também duram muito pouco e logo caem… Ah, a simbologia? A impermanência!

Tudo está em transformação o tempo todo. Até quando achamos que não está acontecendo nada, que a vida está chata ou um tédio, as coisas estão acontecendo. A vida está acontecendo. A gente querendo ou não!

E tudo tem um ciclo: vida-morte, transformação, transforma-ação.

Enquanto estou escrevendo isso, veio uma imagem de ondas à minha cabeça. As ondas vão e vem, se formam e se desmancham. E, quando queremos “pegá-las”, temos que seguir os seus movimentos. Nadar contra as ondas exige muito esforço e, em geral, elas nos vencem. Admiro bastante aquele pessoal que está acostumado com o mar e parece “flutuar” dentro dele, contra ou a favor, sempre conseguem fluir com o mar. Os surfistas, impressionante! Nunca tive esse domínio!

Outra imagem que vem pra mim é a gente ficar parado esperando alguma coisa acontecer com a nossa vida! Lá fora as coisas estão se transformando. Nosso corpo não para, ele está em movimento o tempo todo. Então, o que estamos esperando? Também temos que nos movimentar! Aproveitar a onda da vida e acompanhá-la! Sem nadar contra, sem tentar ser mais rápida do que ela, apenas acompanhando o ritmo.

Qual é o seu ritmo?

Vou propor um exercício pra vocês: “Prestem atenção na sua respiração e no seu batimento cardíaco!” Já é um bom começo!

Share on facebook
Share on twitter

(11) 99426-6048

Rua Vieira de Morais, 1760
Campo Belo - São Paulo/SP
04617-007

contato@marianakawazoe.com.br

2019 © Todos os direitos reservados